BR
image

Qualidade de Vida no Trabalho

15ª edição - 2016
O Best Seller brasileiro na temática Qualidade de Vida no Trabalho e Comprometimento.
Comprar

Apresentação

Esse livro é uma adaptação, para o mercado, da dissertação de mestrado do autor.
Teve sua primeira edição publicada nos inicios dos anos 1990, ou seja, há mais de duas décadas atrás.
Mas pensamos que, devido a sua objetividade, praticidade e clareza, sem perder o rigor acadêmico, e aos posicionamentos atemporais, com que o tema Qualidade de Vida no Trabalho é apresentado e analisado, faz desse livro um clássico e o mais vendido na temática no Brasil nos últimos anos.
Essa edição vem com mudanças significativas na estrutura e no conteúdo.
Mas sem perder a linha mestra de servir de suporte a estudiosos, mestrandos e doutorandos que precisam de um roteiro e suporte para suas pesquisas e estudos.
O objetivo inicial das mudanças foi alinhar de forma mais didática para o leitor, em particular para os estudiosos e pesquisadores da temática, a apresentação de um estudo e posteriormente de modelo de pesquisa sobre a Qualidade de Vida no Trabalho.
Em um segundo momento, foi inserido no livro contribuições de outros especialistas na temática com analises da QVT diante de outros construtos, como Estresse Ocupacional, Conteúdo do Trabalho, Estratégias de Enfrentamento e Cultura Organizacional.
Esperamos que as mudanças aqui realizadas venham agregar valores a leitura e estudo do conteúdo aqui apresentado e que seja útil para o crescimento acadêmico ou profissional do leitor.
Informamos que os valores referentes aos direitos autorais desse livro foram totalmente doados aos movimentos em apoio aos refugiados que chegam ao nosso país, fugindo de conflitos inconsequentes ou de sistemas políticos ou religiosos radicais.

(function() { var aux = window.dzszfl_execute_target.find(".advancedscroller"); jQuery(document).ready(function($){ window.dzsas_init(aux,{ settings_mode: "onlyoneitem" ,design_arrowsize: "0" ,settings_swipe: "on" ,settings_autoHeight: "off" ,settings_swipeOnDesktopsToo: "on" ,settings_slideshow: "off" ,settings_slideshowTime: "15" }); }); })();
image

ENTENDENDO LEAN

3ª Edição - 2016
O livro apresenta um roteiro com métodos para implantação do pensamento e técnicas Lean nas organizações.
Comprar

Apresentação

Este livro tem como objetivo apresentar o pensamento Lean e seus principais métodos, sistemas e programas por meio de uma linguagem simples e objetiva, destinadas a principiantes ao tema.
O pensamento Lean, a base para Lean Manufacturing, vem sendo uma das eficazes opções para que as organizações busquem melhores resultados por intermédio do combate ao desperdício e da consequente otimização dos recursos técnicos, operacionais, físicos e da mão de obra.
O livro começa apresentando uma evolução dos modelos de produção, partindo do sistema de produção artesanal, passando pelo sistema de produção em massa e chegando ao Lean Manufacturing.
Em seguida, abordam-se os princípios para o pensamento Lean, o pioneirismo dos métodos da Toyota na busca de resultados eficazes e um detalhamento do conceito de desperdício.
Um resgate dos conceitos, das técnicas e da medição de processos antecede o último capítulo, que trata dos principais métodos, sistemas e programas para dar suporte ao just in time, o suporte filosófico para o Lean Manufacturing.
A ideia é apresentar uma sequência lógica para uma melhor sistematização do tema por meio de um modelo operacional proposto pelo autor, com o auxílio de comunicação visual intensa (figuras e gráficos) concebidos com o objetivo de facilitar o entendimento do Lean Manufacturing.

(function() { var aux = window.dzszfl_execute_target.find(".advancedscroller"); jQuery(document).ready(function($){ window.dzsas_init(aux,{ settings_mode: "onlyoneitem" ,design_arrowsize: "0" ,settings_swipe: "on" ,settings_autoHeight: "off" ,settings_swipeOnDesktopsToo: "on" ,settings_slideshow: "off" ,settings_slideshowTime: "15" }); }); })();
image

ENTENDENDO SEIS SIGMA

2ª Edição - 2016
O livro introdutorio na Metodologia Seis Sigma mais vendido no Brasil e em Portugal na temática qualidade em 2011 e 2012.
Comprar

Apresentação

Com o status de um manual para principiantes, apresenta os conceitos, as técnicas e as ferramentas para a Gestão da Qualidade utilizando a Metodologia Seis Sigma de forma simples e sintetizada.
O objetivo é fazer com que profissionais de todas as áreas, níveis e formação, sejam do setor público ou privado, entendam, aprendam e desenvolvam métodos, técnicas e ferramentas para melhorias significativas em suas atividades produtivas.
O livro tomará, para melhor aplicar as técnicas e ferramentas, um único exemplo que será denominado de "Aplicação Modelo".
Esta aplicação tem como base o processo referente ao produto "Um Curso de Curta Duração" realizado por uma instituição fictícia denominada de "Escola de Negócios".
O objetivo é analisar as ações do processo para a satisfação do aluno no citado curso.
A melhoria drástica dos processos, eliminando os desperdícios, aumentando a rentabilidade da organização e a satisfação do cliente, é uma tendência irreversível.
E é isso que nos ensina a Metodologia Seis Sigma, a ser apresentada neste livro.
Espero que o leitor, com este livro, não somente entenda e aprenda os conceitos e técnicas para Gestão da Qualidade apresentados, mas também procure desenvolve-los em sua organização de forma disciplinada e eficaz.
Esta obra apresenta os conceitos fundamentais da Metodologia Seis Sigma de maneira simplificada e de fácil assimilação para todas as audiências.

(function() { var aux = window.dzszfl_execute_target.find(".advancedscroller"); jQuery(document).ready(function($){ window.dzsas_init(aux,{ settings_mode: "onlyoneitem" ,design_arrowsize: "0" ,settings_swipe: "on" ,settings_autoHeight: "off" ,settings_swipeOnDesktopsToo: "on" ,settings_slideshow: "off" ,settings_slideshowTime: "15" }); }); })();
image

QUALIDADE E ACREDITAÇÃO

1ª Edição - 2014
Com especialistas na temática, o Prof. Marcus apresenta as diretrizes e técnicas para a busca da qualidade no setor de saúde.
Comprar

Apresentação

O objetivo deste livro é apresentar ao leitor conceitos, metodologias e ferramentas para conceber e gerenciar a qualidade e os processos de acreditação e auditorias nas organizações prestadoras de serviço na área da saúde.
O primeiro capitulo trata da evolução e conceitos relacionados à Qualidade em Organizações do Sistema de Saúde.
A certificação ISO, e os principais prêmios de qualidade serão apresentados e analisados, dentre eles:
o Premio Deming, o Premio Baldrige, e o Premio Nacional da Qualidade.
O citado capitulo é concluído com a apresentação e considerações sobre o atual momento da gestão da qualidade nos sistemas e serviços de saúde na Brasil, ocupa a parte conclusiva do primeiro capitulo.
O segundo capitulo é o espaço reservado para apresentação dos conceitos e propriedades dos processos organizacionais e das ferramentas para gestão e melhoria dos mesmos.
As principais ferramentas serão apresentadas de forma seqüencial e didática, procurando induzir e capacitar o leitor a utilizá-las de imediato.
Neste capitulo os modelos clássicos para a busca da qualidade no setor da saúde serão discutidos e comparados aos modelos de gestão estratégica que diante do atual contexto tem apresentado uma maior eficácia.
O capitulo segundo é concluído com uma ampla apresentação sobre indicadores de desempenho e a aplicação destes aos processos das organizações do setor da saúde.
O terceiro capitulo trata do tema acreditação:
o seu significado; histórico e conceitos.
A acreditação passou a ser a meta de muitas organizações do sistema de saúde no Brasil, assim o tema é desenvolvido no capitulo com o objetivo que o leitor não ganhe informações de como implamplantar o procecesso de acreditação, mas que também tenha uma visão ampla.
O quarto capítulo traz a contribuição de uma área bastante valorizada no campo da saúde, a auditoria que pretende redundar, em última análise, em menos desperdício e melhoria da qualidade dos serviços oferecidos.
Para isto serão abordados seu histórico e conceitos, além da sua aplicabilidade nas organizações de saúde.
Neste sentido este capítulo reforça algumas questões muito instigantes, que perpassam tanto a esfera pública quanto privada da atenção à saúde como a discussão sobre medicina baseada em evidências e a análise de custos efetividade em saúde.

(function() { var aux = window.dzszfl_execute_target.find(".advancedscroller"); jQuery(document).ready(function($){ window.dzsas_init(aux,{ settings_mode: "onlyoneitem" ,design_arrowsize: "0" ,settings_swipe: "on" ,settings_autoHeight: "off" ,settings_swipeOnDesktopsToo: "on" ,settings_slideshow: "off" ,settings_slideshowTime: "15" }); }); })();
image

AÇÕES PARA QUALIDADE

5ª Edição - 2014
Livro didatico que contempla as técnicas e métodos para a qualidade e gestão dos processos.
Comprar

Apresentação

“Achamo-nos em presença de um grande fato, que nenhum partido se atreverá a negar.
Por um lado, despertam para a vida algumas forças industriais e científicas de cuja existência nenhuma das épocas históricas precedentes poderia sequer suspeitar.
Por outro lado, existem alguns sintomas de decadência que superam de muito os horrores que registra a história dos últimos tempos do Império Romano.
Hoje em dia, tudo parece levar no seu seio a própria contradição.
Vemos que as máquinas, dotadas da propriedade maravilhosa de reduzir e tornarmais frutífero o trabalho humano, provocam a fome e o esgotamento do trabalhador.
As fontes de riqueza recém-descobertas se convertem, por arte de um estranho malefício, em fontes de privações.
Os triunfos da arte parecem adquiridos ao preço de qualidades morais.
O domínio do homem sobre a natureza é cada vez maior; mas, ao mesmo tempo, o homem se transforma em escravo de outros homens ou de sua própria infâmia.
Até a própria luz da ciência parece só poder brilhar sobre o fundo tenebroso da ignorância.
Todos os nossos inventos e progressos parecem dotar à vida intelectual as forças materiais, enquanto reduzem o ser humano ao nível de uma força material bruta.”
Estas foram as palavras de Karl Marx em discurso realizado em Londres em 1854, ou seja, há aproximadamente 160 anos.
Se não tivéssemos datado e personalizado, a fala de Marx poderia ser utilizada para descrever o atual momento em que vivemos.
Hoje, as máquinas, dotadas da propriedade maravilhosa de reduzir e tornar mais frutífero o trabalho humano, continuam provocando a fome e o esgotamento do trabalhador.
O conhecimento, a tecnologia e os processos de gestão apresentam, no início do terceiro milênio, um desenvolvimento espetacular, mas, ao mesmo tempo, o homem se transforma em escravo de outros homens ou de sua própria infâmia.
Um caminho para o rompimento com esta realidade encontra-se na democratização do conhecimento e no comprometimento do colaborador para otimizar os processos produtivos e a utilização de forma eficaz de bens, materiais e infraestrutura.
A sistematização do conhecimento na área organizacional, que teve seu berço no final do século XIX e início do século XX, apresenta atualmente mudanças estruturais, motivadas por uma nova concepção do ser humano, pela evolução do conceito Ações_Qualidade.indb 9 06/05/2014 12:50:27 X Ações para a qualidade ELSEVIER de globalização e da dinâmica das novas tecnologias, produzindo um novo modelo de sociedade.
A adaptação das organizações produtivas a este momento é urgente e imperiosa.
Mas, os caminhos para esta adaptação têm sido dificultados por processos de mudanças organizacionais não consistentes ou superficiais, que não têm introduzido os valores e conhecimentos necessários.
Muitos consultores, professores ou escolas de gestão ainda tentam inserir as novas tecnologias e modelos de gestão de forma segmentada ou utilizando uma estrutura ou paradigmas organizacionais já vencidos.
Evidentemente, os resultados a médio e longo prazos mostram-se desastrosos.
Hoje, no mundo produtivo, não é mais possível atingir resultados competitivos sem um conhecimento multidisciplinar atualizado, para a integração de toda a organização em torno de seu negócio.
Este livro apresenta uma metodologia para a busca da competitividade e de melhores resultados organizacionais:
a Gestão Integrada para a Qualidade – GEIQ.
A GEIQ é um modelo estratégico integrado e multidisciplinar, fundamentado em conhecimentos contemporâneos científicos e aplicados, através de quatro ações organizacionais para a busca de melhores resultados:
ações estratégicas;
ações estruturais;
ações comportamentais e ações operacionais.
O foco principal será a busca de melhores resultados nos processos produtivos através das ações operacionais, com a análise da confiabilidade e da utilização adequada e eficaz das ferramentas, técnicas, programas e métodos para a melhoria da qualidade.
A Metodologia Seis Sigma, idealizada pela Motorola, na década de 1980, e aplicada com eficácia pela GE, no final da década de 1990, será o norteador e motivador para utilização e aplicação da GEIQ e das consequentes ações organizacionais.
É importante deixar claro que a Metodologia Seis Sigma não se resume a uma aplicação de ferramentas ou técnicas estatísticas mais sofisticadas, como infelizmente muitos consultores, professores ou organizações têm apresentado.
A Metodologia Seis Sigma deve buscar a integração, a partir de uma nova base conceitual, através das ações organizacionais, com o foco nos objetivos e no negócio da organização.
A Gestão Integrada para a Qualidade – GEIQ será apresentada, neste livro, em duas partes.
A primeira parte será composta de dois capítulos:
– Capítulo 1: GEIQ – Metodologia para Melhoria dos Processos e da Qualidade.
– Capítulo 2: Análise dos Processos Empresariais para a Melhoria da Qualidade.
A segunda parte, “GEIQ: Ações Operacionais”, será apresentada em três capítulos:
– Capítulo 3: Ferramentas e Técnicas para a Melhoria dos Processos e da Qualidade.
– Capítulo 4: Confiabilidade, Análise e Prevenção das Falhas para a Melhoria dos Processos e da Qualidade.
– Capítulo 5: Programas e Métodos para a Melhoria dos Processos e da Qualidade.
Ações_Qualidade.indb 10 06/05/2014 12:50:27 Apresentação XI As normas ISO 9000 (Sistema de Gestão da Qualidade), ISO 14000 (Sistema de Gestão Ambiental), ISO 26000, OHSAS 18000 (Sistema de Gestão da Segurança e da Saúde no Trabalho), SA 8000 (Sistema de Responsabilidade Social), CMMI (Modelo Integrado de Maturidade de Capacidade de Processo de Software), ONA (Organização Nacional de Acreditação) e o Prêmio Nacional da Qualidade – PNQ são apresentados nos anexos.
Dois outros anexos contemplam temas relevantes no atual contexto organizacional: os métodos de pesquisa aplicados à gestão da qualidade e à lei brasileira de defesado consumidor.

(function() { var aux = window.dzszfl_execute_target.find(".advancedscroller"); jQuery(document).ready(function($){ window.dzsas_init(aux,{ settings_mode: "onlyoneitem" ,design_arrowsize: "0" ,settings_swipe: "on" ,settings_autoHeight: "off" ,settings_swipeOnDesktopsToo: "on" ,settings_slideshow: "off" ,settings_slideshowTime: "15" }); }); })();
image

RITO E EXCELÊNCIA NAS EMPRESAS

1ª Edição - 2002
O livro apresenta um modelo cientifíco para analisar os ritos das organizações diante dos programas de mudança.
Comprar

Apresentação

Este trabalho pretende investigar, diagnosticar e analisar as relações entre os aspectos da cultura organizacional diante da implantação dos processos de melhoria, que tem por finalidade a excelência organizacional.
Pretende-se buscar explicações e identificar os fatores que levam à internalização, ou não, de programas apresentados nas organizações e à correlação entre o sucesso, de determinados programas de melhoria, diante da intensidade ou importância de aspectos culturais específicos.
Serão utilizadas como categoria de analise para verificar os aspectos culturais as manifestações rituais.
Pretende-se ainda analisar os resultados de processos de melhoria implantados em organizações de classe mundial, tomando como blackground a cultura organizacional ou, precisamente, os ritos organizacionais, e a influência destes para o sucesso dos citados processos.
A seguir há um roteiro e etapas a serem seguidos neste trabalho:
• Investigar as bases conceituais da cultura e das manifestações rituais.
• Criar uma tipologia própria para análise dos ritos organizacionais.
• Identificar e analisar os traços da cultura da organização, através dos ritos.
• Conceituar produtividade, qualidade e excelência organizacional e estabelecer um elo destes conceitos com a Teoria das Organizações.
• Verificar a relação dos ritos organizacionais com ações do processo de melhoria.
Ao tecer a origem do conceito de excelência organizacional, este trabalho apresenta uma discussão epistemológica da Teoria das Organizações a partir da “evolução” do conceito atribuído à produtividade e qualidade.
Assim tomando como base de analise organizações bem sucedidas, este trabalho fará uma investigação da influencia dos valores culturais, explicitados pelos ritos na implantação dos processos de melhoria que buscam a excelência organizacional.
O presente estudo tem sua importância e justifica-se diante da atual dinâmica do contexto organizacional e da necessária e constante busca de novos métodos para o conhecimento e analise organizacional, com vista a melhores resultados.
O mundo caminha para uma nova realidade organizacional, onde o fator diferenciador das organizações de sucesso será cada vez mais a adequada capacitação de seus recursos humanos, em particular de seu corpo gerencial, e a utilização do saber organizacional em toda a sua plenitude.
Não é suficiente ter conhecimento e tecnologia e utilizá-los apenas para automatizar tarefas ou processos convencionais, que muitas vezes levam a ganhos não significativos diante da atual visão organizacional, além de incutir na organização uma visão superficial e equivocada de modernidade.
A renovação e o desenvolvimento organizacional têm como alicerce a criação de novos processos e/ou técnicas administrativas/produtivas com base nos valores internos da organização e tendo como norte os objetivos e metas organizacionais.
Hoje, centenas de organizações destinam grandes quantidades de recursos humanos, materiais e financeiros para suas renovações e desenvolvimento, através de programas de diversas naturezas, que buscam a melhoria, através da minimização dos custos e maximização da motivação e satisfação do corpo funcional e clientes.
Enfim buscam a excelência organizacional.
O conceito de excelência organizacional tem sido amplamente discutido em todos os níveis sociais e organizacionais, principalmente diante da globalização e das novas técnicas e procedimentos administrativos, operacionais e tecnológicos.
Os tempos mudaram. Idéias ou procedimentos vitais para o sucesso, definidos em um passado recente, dificilmente se adaptam hoje à nova realidade organizacional e de mercado.
É preciso adaptar-se aos novos tempos.
Assim, na busca da excelência, muitas de nossas organizações têm procurado os avanços tecnológicos, priorizando a utilização de equipamentos e técnicas produtivas/gerências padronizadas, como instrumentos para atingirem o sucesso.
Algumas insistem em importar técnicas gerenciais e administrativas de outras realidades, e tentam implantá-las sem a devida adaptação ou contextualização. Os resultados não têm sido satisfatórios.
Acreditamos que a principal causa desses insucessos tem sido a falta de conhecimento da própria organização e de seus recursos humanos. Não é possível mudar uma organização com “pacotes” que desconhecem ou não consideram como um dos parâmetros básicos a sua cultura.
A excelência é conseqüência de todo um processo organizacional.
Não é eficaz, nem lógico, implantar um processo de mudança ou desenvolvimento sem um conhecimento prévio das bases estruturais, filosóficas e culturais da organização.
A própria essência do processo e suas diretrizes devem ter como suporte os valores da organização.
Constata-se ainda que em muitas dessas organizações os resultados das intervenções na busca da melhoria têm sido drásticos:
além de não atingirem os objetivos, alimentam a resistência do corpo funcional a futuras mudanças.
Esta problemática tem sido uma preocupação do autor deste trabalho há muito tempo, que tem, através de estudos e pesquisas, buscado métodos e técnicas para melhor compreender a absorção e aceitação, por parte da organização, dos processos de mudança na busca da melhoria, diante de seus aspectos culturais e organizacionais.
É nesta diretriz e buscando explicações para esta problemática que pauta o objetivo principal desta obra.

(function() { var aux = window.dzszfl_execute_target.find(".advancedscroller"); jQuery(document).ready(function($){ window.dzsas_init(aux,{ settings_mode: "onlyoneitem" ,design_arrowsize: "0" ,settings_swipe: "on" ,settings_autoHeight: "off" ,settings_swipeOnDesktopsToo: "on" ,settings_slideshow: "off" ,settings_slideshowTime: "15" }); }); })();