BR

Com conteúdos globais, cursos terão ênfase em Economia; Serviços e Operações; Saúde e Turismo. 

 

A Fundação Getulio Vargas (FGV) lança em agosto um programa que abre portas no Brasil e no exterior — o Pré-Master Internacional, uma preparação para o mestrado. No Rio de Janeiro, são oferecidos os cursos de Gestão de Saúde; Gestão de Serviços e Operações; e Gestão de Hotelaria e Turismo. Já em São Paulo, a formação será em Economia Monetária e Financeira; Gestão de Saúde; e Gestão de Serviços e Operações.

 O Pré-Master Internacional, que conta com o apoio da Diretoria Internacional da FGV, promove uma formação com conteúdos globais, em parceria com o ISCTE Business School (Portugal) — instituição reconhecida no mundo todo pela excelência na aprendizagem e acreditada pela Association to Advance Collegiate Schools of Business (AACSB). O curso compreende dez disciplinas (280 horas/aulas), sendo sete delas ensinadas no país e três em Portugal. 

 Após a conclusão dessas dez disciplinas, o aluno obtém o certificado de curso de extensão no Brasil pela FGV. Depois, sob responsabilidade do ISCTE Business School, ele participa de um Seminário de Investigação, ao longo de dez dias, em Portugal, e define o tema de sua dissertação e o seu respectivo seu orientador. As orientações acontecem de forma remota (por Skype ou e-mail). Haverá um prazo de aproximadamente um ano para defender a dissertação (por Skype ou presencialmente, em Lisboa). Ao final do processo, o aluno recebe o título de mestre pelo ISCTE, válido em toda a Europa, e podendo ser reconhecido em outros países, de acordo com as leis locais. 

 Existe uma demanda por cursos de mestrado no Brasil, especialmente nessas áreas que selecionamos. Com conteúdos globais, o Pré-Master Internacional é uma oportunidade para o estudante obter um diploma internacional sem as dificuldades de outra língua e ainda ampliar seus horizontes. O curso também pode ajudar pessoas que querem progredir em sua carreira ou até mesmo que desejam mudar de profissão. Vale ressaltar ainda que não é preciso ter experiência no mercado”, explica o coordenador acadêmico do Programa do Pré-Master internacional, André Barcaui

 Gestor Executivo do Núcleo de Cooperação com África e Portugal da FGV/DINT, Marcus Vinicius Rodrigues ressalta que os cursos de mestrado abrem portas para profissionais na área acadêmica e também em relevantes organizações que demandam profissionais com uma formação global. 

 Cada vez mais o mercado precisa de profissionais com uma formação consistente e globalizada. Um curso de mestrado, hoje, não se destina somente a um profissional que deseja seguir a área acadêmica, mas também, a candidatos a cargos executivos em organizações globais. O Pré-Master Internacional cria as condições necessárias e de forma confortável, em termos logísticos, para que profissionais brasileiros busquem essa formação em uma das melhores escolas de gestão da europeia”, afirma o professor Marcus Vinicius Rodrigues.

 Diretor Internacional da FGV e presidente da International Association of Schools and Institutes of Administration (IASIA), Bianor Scelza Cavalcanti assinala a importância da internacionalização da educação executiva nos dias de hoje. 

 "Promover a internacionalização da educação executiva e acadêmica é uma exigência rigorosa dos mercados globalizados, assim como viabilizar a compatibilização simultânea do trabalho com a capacitação educacional, multicultural e de alto nível. Harmonizar uma sólida formação conceitual ao compromisso vigoroso com a prática, para lidar com a complexidade, a inovação e a mudança, nos contextos sujeitos a incertezas, é exigência  inexorável ao exercício da liderança. A capacidade em desenvolver executivos e acadêmicos capazes de integrar, consistentemente e em benefício da sociedade, valores, atitudes, conhecimentos e habilidades técnicas, todos em constante contraditório e significativa transformação, sempre foi o maior desafio da FGV em seu pioneirismo no Brasil e nas suas parcerias estratégicas pelo mundo. O Pré-Master Internacional é uma rica expressão de sua experiência consolidada e visceral compromisso com a inovação", explica o diretor internacional da FGV. 

 A formação é aberta para quem já concluiu o ensino superior. O processo seletivo consiste em avaliação de currículo e entrevista. No Brasil, as aulas acontecerão uma vez por mês. Os cursos do Rio serão oferecidos às quintas-feiras (noite), sextas-feiras (manhã/tarde) e sábados (manhã/tarde). Em São Paulo, as aulas ocorrerão às quintas-feiras (tarde), sextas-feiras (manhã/tarde) e sábados (manhã/tarde). As disciplinas de Portugal serão realizadas ao longo de dez dias. 

 

 

INFORMAÇÕES:  no RJ (21) 3799.5900 | mba.botafogo@fgv.br;  em SP 0800.772.2778 cursospaulista@fgv.br

Postado em: Notícias gerais

Avaliações

Comentários

Não existem comentários no momento, seja o primeiro a postar um novo!

Postar Comentário

Nome (obrigatório)

Email (obrigatório)

Website

imagem CAPTCHA
Informe o código exibido acima: